sábado, 5 de março de 2016

De ponta cabeça


A verdade
muda, constantemente
de lugar

Hoje um corrupto
amanhã um perseguido.

Os poderosos
gostam
de vomitar
o seu ódio
de seu domínio
insatisfatório
sobre os pequenos,
nos corruptos.

Não há outra
forma
para explicar
a gratuidade
deste ódio.

Pois bem:
Eu amo os corruptos!
Amo as prostitutas
os assassinos
os ladrões
os drogados,
os presos em geral,

Amo a cada um destes
como se fossem meus filhos,
de tanto que amo,
e revolto-me
com os justos
cheios de sabedoria
e sensatez.

A vida
guarda 
a verdade
num invólucro
secreto
guardado
em meio
aos tijolos
da celas
da vida.

Neste
os escritos
estão ao contrário
de ponta cabeça.
em liguagem
cifrada.

Só os pecadores
compreendem.

JOÃO PAULO NAVES FERNANDES