quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

A PAZ é uma escolha preferencial

É necessário sempre voltarmos a nos reposicionar a respeito dos conflitos que assistimos dentro e fora do país.
Para todos eles existem soluções negociadas e pacíficas.
Não é possível edificar-se qualquer sistema sobre a morte de pessoas.
Sei que o Estado não é misericordioso, mas também não precisa ser assassino.
Não é através da violência que se resolverão os conflitos.
Conflitos eivados de violência e sangue, colhe sempre inocentes, que não tem nada a ver com o que os lados pensam e fazem.
PAZ é uma opção de vida, e deve permear a nossa caminhada