domingo, 3 de março de 2013

Como é bom viver!

Acordar no domingo, a mulher ao lado, o cão ao pé da cama, cutucando-me para sair. Não há preço que pague isto, tão simples e tão rico.
Levantar-me, lavar-me e logo colocar-me na rua, debaixo de uma ausência de gente, que dorme, e de um sol radiante para poucos.
Ler o jornal com suas mentiras trabalhadas e suas verdades parciais, classistas, esperando minha decodificação ideológica.
Elevar o pensamento ao alto, em silêncio íntimo, confidenciando meus receios, mais do que as alegrias.
Imaginar-me onde estou, sem imaginação.: o maior sonho.
Os ricos não têm seda que proporcione este estado, e muitos pobres não percebem o dom gratuito.
Hoje 03 de março, o sol levanta seu rosto sobre a terra de Vera Cruz com seu clarão cego.
Bom viver, bom ser brasileiro, bom bom bom.