segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Poema agitado: Ardo de amor pelo povo.



Aqueles irmãos 
esquecidos
a maior parte
do tempo.

Mais...
utilizados
descartados
e reutilizados.

Servem para tudo
pau para toda
obra,
obra dos outros,
claro.

Meu povo
brasileiro
que amanhece
à noite
e anoitece
pela manhã.

Não dorme!!!

Zumbis
de ônibus
Zumbis
de trampo
Zumbis
de consciência.

Se deixam falar
sai um palavreado
mix
misturado
miscigenado
sem forma
confuso
meio mídia
meio eles mesmos.
guerra interna
por descobrir
a veia
principal.

Há de chegar
 o dia
do acerto
disto tudo,
pois
a ignorância
não é eterna
e a verdade
está sempre
a brotar.