Aumenta o drama atrás das grades: A situação de Asia Bibi, paquistanesa acusada de blasfêmia, é "trágica". "Está se tornando psicologicamente instável dia após dia", relata à agência ANSA, Xavier Patras William, presidente da organização de defesa dos direitos das minorias Life for All. Asia Bibi foi condenada à morte em 2.010 e está em uma cela solitária na prisão de Multan, na província de Punjab.
William explica que "estão rezando pela sua saúde, para que ela aguente firme".  Ao mesmo tempo, ele lança um apelo para “levantar as vozes a fim que a justiça seja respeitada e para superar as diferenças antes que seja tarde demais". As declarações de William até o momento não foram confirmadas por outras fontes.
Recentemente, as preocupações com a saúde da paquistanesa foram partilhadas pela família de Asia Bibi, que havia pedido para que ela fosse transferida para uma prisão em Lahore. Em julho passado, surgiu uma esperança sobre o assunto: o Supremo Tribunal do Paquistão concordou em rever o caso, rejeitando a possibilidade de arquivar o processo.