sexta-feira, 16 de outubro de 2015

O SIGILO


(Homenagem aos vários sigilos do Governo Geraldo Alckmin)

Não levantar poeira
fingindo-se transparente.

Declarar-se um fiel 
seguidor da Palavra
de Deus,
enquanto 
oculta
erros,
como se não existissem.

Governar 
silenciosamente,
mente
demente,
desmente
e desmente.

Não é necessário
tornar conhecido
dar consciência
consistência
opinião.

Basta deixar
passar...
com o tempo
se esquece.

Porque pensar?
Melhor 
não incomodar..

Deixa adormecer,
nunca acordar,
descobrir a vida
a verdade,
viver a verdade.

Por isso
o respeito
mínimo
pela informação
pelo saber
e decidir.

Mas não!
O que fazer 
com os erros
desmandos
malfeitos
praticados
anos a fio
sem reação
alguma?

Expô-los a todos?
Seria ingenuidade política
na concepção 
da velha política.

Lembra-me mamãe
já com idade avançada
dizendo:
- Vamos fazer o jogo
de que está tudo bem.

Sábia mulher!