domingo, 1 de julho de 2012

Não omitir-se, pelo Brasil

O Brasil espera atitude do brasileiro. Ser mais solidário com os seus irmãos, e apoiar as transformações que estão ocorrendo em todo o território nacional. O nosso país está fazendo uma experiência de mudança que não pode ser interrompida por outros projetos, que restrinjam o alcance dos benefícios a uns poucos, como foi até uns 10 anos atrás.
Vivemos uma República Nova, com participação popular e este é um fator novo na nossa vida social. Novas camadas da população estão alçando a novas condições econômicas e participam do mercado de consumo ativamente.
Cada um de nós é chamado  exercer o seu papel cidadão com responsabilidade, para tornar a nação de una poucos em uma nação de todos.
Não pode ser uma nação de um só pensamento, deve ter a diversidade. Deve ser tolerante e democrática, preservando o seu novo caráter popular.
Toda ação exclusivista e elitista deve ser condenada em prol da maioria.
Em tudo deve haver amplitude.
Somos uma nação que tem característica pacíficas, o que é bom, embora em outras épocas isto tenha sido prejudicial, pois demorou-se muito para se erradicar o totalitarismo do Brasil, sacrificando gerações em lutas isoladas, até o dia que cresceu.
Vejo omissos praguejando escuridões para o futuro, o muitos esperançosos desdenhando as dificuldades.
Universidades abrem, a ciência desenvolve-se, empresas abrem e crescem.
Os sindicatos estão atuantes e lutam dentro dos marcos democráticos. As Forças Armadas estão zelosas com o estado de Direito.
Talvez não tenha visto época tão boa no país como esta.
Parabéns Brasil.