sexta-feira, 18 de maio de 2012

Murmurinhos interiores

Sim, estou falando daquelas observações silenciosas que não confidenciamos, sem ninguém por perto. A afirmação impossível "que Deus não nos ouça" é exatamente o que gostaríamos que acontecesse, pois nos envergonhamos de dizer das torpes situações que pensamos. Entretanto, devido à sua infinita misericórdia, e mesmo por Ele nos ter dito para "não cairmos em tentação", o que pessupõe que a tentação seja inevitável, passo a contar alguns causos de murmurinhos interiores:

Dentro de um vagão lotado do metrô:

...porquê não retira a sacola das costas. Folgado esse cara! Não percebe que está atrapalhando os outros?

...agora que sentei, essa mulher, em pé, com tantas sacolas nas mãos fica me olhando meio de lado, como que pedindo para ceder-lhe o lugar...vou ou não vou?

...Ah quanto tenho a dizer ao meu filho e ele não quer ouvir-me...

...Cidadão está querendo passar na minha frente...vou buzinar

...Senhor, cubra-me com sua graça...que preciso de ti...

...desejo ser dono dos meus pensamentos...

...porque as pessoas são tão sem alegria?...

...este mendigo é muito petulante e quer moeda...

...e esta moça bonita. Como sou iniquo na consideração das pessoas...

...nada me satisfaz...só Deus é capaz de acalmar-me...