domingo, 13 de maio de 2012

Vi uma mãe ao lado da cama do filho (testemunho que vi).

Vi uma mãe ao lado da cama do filho.

Estava no hospital.

O rapaz tivera um acidente na empresa.

Seu pé ficara preso na esteira que transporta o cimento.

Ela olhava sorridente, escondendo a dor.

Haviam lágrimas invisíveis tecendo um manto azul de tristeza e gritos pavorosos forçavam a boca silenciosa.

Ela, mais acidentada que ele.

Tantas vezes desejaria ter se acidentado por ele.

Mas a vida é assim mesmo, cada um tem seu caminho, suas alegrias, dores.

A mãe não.

Permanecia em pé ao lado do filho, fingindo estar forte, mas derretia-se por dentro em dores indescritíveis, cordão umbilical espiritual que sofre junto.

O filho não podia saber.

O marido não podia saber.

Ninguém podia saber.

Só Deus, que sofre por nós, sabia.