quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Onde estão os golpistas que diziam que a Previdência ia quebrar?

Agora que o Governo vem em socorro de segmentos da indústria prejudicados pela concorrência chinesa e desvalorização do dólar, retirando os 20% de desconto do INSS da folha de pagamento, ninguém fala dos prejuízos para a seguridade social deste desconto.

Assistimos por décadas as elites dizerem que os impostos sobre a folha de pagamento eram elevados, e ao serem usados para outros fins, acabavam deixando a Previdência em maus lençóis, sem condições de honrar o pagamento das aposentadorias.

Agora, entretanto, quando o governo retira o desconto de 20% do INSS para as empresas, estas ficam milagrosamente silenciosas.

Estas medidas do Governo mostram que Manteiga não tem uma visão estratégica, de longo prazo para combater esta crise.

Por exemplo, a fase mais aguda não é agora, em cima das indústria, mas será no final da linha, no processo de consumo, ao cair o consumo interno, onda que vem posteriormente.

É preciso, isto sim abater os impostos de circulação de mercadorias, que impactam no preço final, e são aqueles que podem fazer os preços se manterem e  consequentemente, o mercado de consumo funcionando normalmente.

Os sindicatos não terem sido chamados para esta discussão, mostra a guinada à direita do PT, nesta atual aliança com o PMDB.