segunda-feira, 14 de março de 2011

Japão sofre outra catástrofe nuclear

Não bastasse a destruição de Iroshima e Nagasaki, agora o Japão provoca contra si mesmo outra catástrofe nuclear pelo vasamento descontrolado de radiação em quatro usinas nucleares.

Voces poderão me objetar, " mas não foi um terremoto seguido de maremoto que provocou o acidente nas usinas nucleares?".

Sim, é verdade, mas como um país que teve duas cidades inteiramente destruídas por uma bomba nuclear, na segunda guerra mundial, se pos a construir usinas nucleares indiscriminadamente, sabendo que o país está sujeito a problemas de tremores de terra?

Não foi uma irresponsabilidade dos governantes que as construíram?

De que adiantam possuírem prédios com engenharia de ponta contra terremotos, se a ignorância de ponta vulnerabiliza a nação inteira pela contaminação de energia nuclear.

O homem descobriu o poder da energia nuclear, mas não tem controle sobre a natureza e sobre si mesmo. Constroi bombas, mas teme que outros também construam.

O homem diz: "Eu posso tudo", e acaba sofrendo as consequências de sua grandeza.  Construir uma bomba nuclear, é um fato. Outro fato é a insegurança de deixá-la nas mãos de alguém para decidir se a lança ou não. Construir uma Usina Nuclear, mas não ter controle sobre a natureza, tem o mesmo nível de responsabilidade daquele que aperta o botão de lançamento.

O governo da França já emitiu um pedido de evacuação de franceses residentes em Tókio, pelo eminente risco de contaminação nuclear. Mas, para onde irá o povo Japones? Aguardará a contaminação de dentro de suas casas?