terça-feira, 22 de março de 2011

Valeu a posição do Brasil ao pedir a suspenção do bombardeio a Líbia, logo com a saída de Obama do país

Boa posição do Governo Brasileiro de afirmar que o bombardeio deve ser suspenso, e defender uma solução negociada e somente entre as partes, sem ingerência externa.

Esta é a Dilma em que eu votei.

Ela acaba de fazer o que todos nós desejávamos.

Não quer dizer que o discurso de Obama não tenha sido bom.

Foi muito bonito. Mas discurso é uma coisa, a realidade é outra.

Parabéns ao Itamarati, que fez a posição brasileira não arranhar a vinda de Obama, e não se omitiu.

Só que o estrago já foi feito, e qualquer que seja a solução por lá, deixará resquícios de revanches, com possibilidades de ações terroristas, como no Iraque e Afeganistão.

Mas não será esta a intenção do Império? Deixar um conflito inacabado fumegando permanentemente?

É para se pensar.