terça-feira, 1 de março de 2011

Os EUA sabiam do perigo de 11/09 um ano antes

Assistindo ao programa Milênio, entrevistando Richard A. Clark, consultor e membro de comissão que estudou no congresso americano os acontecimentos do 11/09, fiquei pasmo ao saber que a CIA sabia há pelo menos 1 ano antes sobre os suspeitos de terrorismo e suas movimentações dentro do território norteamericano.

Perguntado porque não foram presos, ele respondeu que somente poderia fazer uma hipótese, de que a CIA desejava transformá-los em agentes duplos.

Perguntado outra vez se a CIA havia conseguido o seu intento de transformá-los em agentes duplos, ele disse não saber.

Fica, portanto, a informação de que órgãos governamentais norteamericanos estavam cientes esta movimentação.

Quem decidiu que esta informação não deveria sair da CIA, e continuar a não fazer nada, até BUMMMMMM

A consequência deste ato de terrorismo foi a invasão do Iraque, que não tenha nada a ver com isso, onde morreu mais soldado norteamericano que nas torres gêmeas, e mais de 100.000 irqueanos.

Uma catástrofe muitíssimo maior.

Dá a impressão que interessava ao Governo Americano deixar acontecer algum atentado para sair a guerrer o mundo. Seria possível impor tamanho sacrifício para um povo, só para incentivar uma guerra?

Outros dados sobre a guerra cibernética me deixaram pensando como estamos vulneráveis às ações deste tipo, uma vez que ele considerou os EUA extremamente vulnerável, seja na área de energia, ou de abastecimentos em geral, transporte, etc, que estão nas mãos de empresas privadas.

Garantia ele dá só para a Casa Branca, o Pentágono, e olhe lá, porque os hackers dão sempre um jeito

Pois não é que invadiram os sistemas das usinas de reatores atômicos iranianos e fizeram um estrago neles. Quem foi? Não sei...sic(me engana que eu gosto).

Citou exemplo de contratação de hackers para a marinha, e da invasão do sistema da Casa Branca por um hacker israelense, que ao ser identificado, foi contratado pelo exército israelense.

Isto só para vermos como as coisas vão.

Faça alguma matéria com o nome "Tio Sam", e verás que em seguida seu artigo será lido por alguém nos EUA.

O que vocês acham que é isto?

Deve existir um rol de palavras e frases que acionam um sistema de investigação internacional do Império.

Bem isto não é novidade.

Novidade seria isto não estar acontecendo.

Afinal não foi a CIA que criou a Internet para investigar o mundo?

Este é o sinal que está marcado em cada pequeno cidadão, como previsto no Apocalipse. Só falta o Governo único do mundo. Eles bem que estão se esforçando.

Para encerrar, aí vem o Sr. Barack Obama ao Brasil, desejando falar diretamente a todo o povo como os Rollings Stones fizeram na praia de Copacabana.

O Brasil continua a ser quintal, é?