quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Solução para o Metrô de São Paulo

Atenção, o metrô não tem que negociar a extensão de linhas, nas campanhas eleitorais.

Isto só aumentará o congestionamento das linhas.

A solução está nas linhas cruzadas e paralelas, pois desta maneira se poderá distribuir melhor o fluxo de passageiros, que hoje, por inexistência de um real planejamento, ou melhor pela existência de muita irracionalidade nos planejamentos realizados, nunca foi considerado.

Quanto mais se estender uma linha, tanto mais se congestionará o metrô.

O metrô de São Paulo está agonizante.

Vagões sujos e mal conservados, trens superlotados, estações congestionadas, mal atendimento desde os caixas até as plataformas, uma infindável lista de o que outrora foi um exemplo para o mundo.

Alguém já viu um caixa do Metrô sorrir, ou o pessoal que fica próximo às catracas?

Agora viramos mais um metrô como o de Nova York, com o detalhe que o nosso está agonizante.

A solução, volto a dizer é simples: linhas cruzadas e paralelas, em vez de extensões e extensões congestionantes.

Pode não trazer votos, mas resolve.