sábado, 26 de fevereiro de 2011

Você já viu alguém que foi atropelado por moto?

Pois é, os números da Companhia de Engenharia de tráfego mostram que em 12 meses 139 pessoas morreram atropeladas por motos em São Paulo.

Mais do que atropelamentos por ônibus.

Um pedestre morto a cada 3 dias. Acredita?

Eu que já quase fui atropelado por moto posso dizer que o cuidado ao olhar para uma rua antes de atravessar, é um para carros, caminhões e ônibus, e outro para motos.

Sim, porque com carros e ônibus, você olha,  não há o veículo, e você então atravessa a rua, mas com a moto não.

Com a moto você olha a rua e não vê ninguém, mas ao atravessar, devido a agililidade desta, ela aparede do nada, com grande velocidade, e pega o transeunte desprevenido.

Dona Amélia, uma senhora da região do Portal do Morumbi foi atingida de surpresa, lembro-me,  e chegou à minha loja - na ocasião tinha uma - toda machucada.

Fizemos uma oração a Deus de agradecimento por não ter ocorrido algo pior.

Como visito enfermos no Hospital das Clínicas, pela Pastoral da Saúde, na área de Ortopedia, já vi diversos casos de atropelamento por motos, isto sem contar num sem número de motociclistas que se acidentam também.

Vi uma senhora atropelada por moto, muito machucada.

A moto ao atingir uma pessoa causa lesões muito maiores que de um carro, porque o carro é mais compacto.

A moto não, ela tem a roda que é a primeira a tocar, depois o guidão, todas peças salientes, e causadoras de machucaduras fortes.

Conheci um senhor que foi atingido por uma moto que se acidentara na rua, e ao cair, foi jogada na calçada atingindo-o. Ele quebrou a bacia.

Os motoqueiros então se machucam muito, quebrando partes do corpo, quando não as perdem.

Os que morrem não sei, pois só vejo os que se machucam, mas o número deve ser alto também.

A besta anda à solta nas ruas.

A rua é o lugar onde as pessoas descontam todas as repressões, dificuldades, e neuroses por que passam.

Ainda mais com uma "arma" nas mãos chamada moto, ou carro ou caminhão.

Um pedestre a cada três dias morre por atropelamento por motos.

Falta a Prefeitura disciplinar mais o trânsito, e ter coragem em punir a contravenção. construir mas passagens para pedestres, multando quem não passa por elas, assim como quem fica com a moto sobre as passagens e pedestres, quando o farol está vermelho para veículos.

Com a palavra o novo "socialista" Kassab, que tem sangue inocente em suas mãos