terça-feira, 1 de março de 2011

Tipos de crimes em SP não são informados

Nada como um ilícito identificado na Segurança pública de São Paulo para desvendar um mistério: os números informados sobre os crimes no Estado de São Paulo são seletivos, e têm por objetivo não chocar o público com dados "desnecessários".

É o que deu a entender os sociólogo Túlio Khan, Coordenador de Análise e Planejamento da Secretaria deSegurança Pública de São Paulo.

Ao vender serviços de consultoria, "por fora" de seu papel oficial, ele declarou que repassa informações aos seus clientes cuja informação é vedada "para não alarmar o público", entre elas quais os furtos mais comuns em Campinas, e quais os bens mais roubados em assaltos a condomínios.

Como se pode perceber, existe clara orientação em se estudar os crimes e em se ocultar dados dos mesmos. Para o público só as "boas" notícias, nada que possa gerar críticas contra o governo, não é mesmo?

O objetivo é não informar. É o chamado pecado de omissão.

Nas barbas da opinião pública, não é Governador?

Aqui Gerarda!!