terça-feira, 22 de outubro de 2013

Banidos e profanos



Banidos e profanos é o que somos.
Os pensamentos sentem medo
os sentimentos fome.

Medo que o sorriso
exagere para além
do permitido.

Medo da profundeza 
dos olhos,
que a palavra expresse
aquilo que é.

Fome de amor
desde os insensivelmente
fáceis
aos ardorosamente
impossíveis,
dos plácidos
e dos incompreensíveis.

À parte isto
uma ordem sepulcral.

Por isto sublimamos
por isto sussurramos.

(poema que dá o nome ao livro "Banidos e Profanos")