segunda-feira, 28 de outubro de 2013

"Conjugo Vobis"

E ali mesmo na praia,
entre um altar forrado de onça
e entre vergonhas assustadas
um jesuíta canário,
chamado Anchieta, e também vindo
dentro do Pássaro Marítimo
celebra o casamento do homem branco
(que viera cavalgando uma onda azul)
com a mulher mais bonita do mundo 
(cabelos verdes, olhos amarelos)

"Conjugo Vobis"

E ali mesmo, na praia,
sob o escândalo dos pássaros palradores
Deus diz: "Faz-se a Noite."
E cada vez que os dois se beijam
na manhã clara, faz-se a Noite.

E ali mesmo, na praia,
Logo, não há ângulo onde não se açoite
um nauta português com sua bugra
fechando os olhos e fazendo a Noite.

(poema "Conjugo Vobis" do livro "Martim Cererê" de Cassiano Ricardo)