quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Empresariado aumenta preço em tudo.

$ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $

Os empresários da indústria, tem recebido as benesses do Governo Dilma desde o início.

O último ato a favor da indústria foi a diminuição da taxa selic de juros, com a intenção explícita de favorecer as exportações, e reduzir as importações no país.

O Governo veio inclusive até a TV, afirmar que não aceitaria concorrência desleal de produtos importados com preços muito abaixo dos praticados por aqui.

E o que os empresários da indústria fazem? Aproveitam-se do aumento de alguns produtos, para aumentarem também os seus, num total antipatriotismo, em plena Semana da Pátria.

Concluo que os empresários são patriotas para os seus bolsos, e não olham para o país, e muito menos para o Governo.

O Governo , ora que se lixe- devem firmar à boca pequena.

Hoje, 7 de setembro, aniversário da independência do Brasil fui a um supermercado dos mais baratos daqui de Sampa, e qual não foi minha surpresa, ao ver que muitos produtos aumentaram de preço.

Ora, aumentar o preço de um produto ou outro, justifica-se pelas chamadas entressafras, ou pelos mecanismos de mercado que variam para mais e para menos, mas aumentar vários produtos de uma só vez, revela má intenção, crime contra o consumidor, tão grande ou maior que o da corrupção, de que tanto falam por aí.

Vou para alguns exemplos: O litro de leite semi-desnatado era R$ 1,85. Agora foi para R$2,09. O Café à vácuo estava uns R$2,70. Foi para R$3,35. Isto num super que costuma ter preços mais baratos.

Os supermercados que receberam muuuuita ajuda do Governo, devem por as barbas de molho.

O Governo, a continuarem com esta festa de aumento, deve pensar em incentivar a formação de Cooperativas de Consumo, como forma de evitar tantos atravessadores inúteis que se utilizam da intermediação para ganhar sem fazer nada de produtivo, inclusive os próprios supermercados.

Vamos ficar atentos, porque com os juros altos, os banqueiros festejam, com juros mais baixos, os banqueiros e os industriais festejam.

Quando é que o povo festeja? Nunca?

O Governo Dilma tem compromisso com o povo brasileiro, e deve intervir para examinar estas falcatruas.

Reclamar não tem preço, e ainda dá para fazer isso.

$ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $ $