quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Quanto mais se acirra a crise mais violenta fica a OTAN e o Império Evangélico

Parece que a OTAN está deixando de lado o lado das negociações e está cada vez mais violenta e agindo militarmente, sem nenhuma negociação.

O Iraque foi um recado, a Afeganistão é outro recado, a Líbia novo recado.

A estratégia de guerras particulares contra o terrorismo iniciada por Bush, à convite da Al Qaeda, pegou e não pára mais.

Transmitem um recado de que não pararão até derrubarem a Síria, o Irã, A Argélia, A China, A Rússia, O Brasil, A Índia, o Vietnã, o mundo inteiro.

Quanto mais se aprofunda a crise econômica internacional, mais eles precisam desestabilizar a todos, para jogá-los também em seu lamaçal.

Os povos de todos os países precisam unir-se contra o Leviatã, o Dragão do Apocalipse, o Devorador deste mundo.