quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Com o surgimento do PSD, os Democratas perdem os cratas, e sobram os Demos

A direita no Brasil por pouco não sofre um golpe de misericórdia, bateu na trave.

O PSD de Kassab, que acaba e ser reconhecido pela justiça, esvazia metade do partido dos Democratas - aqueles que criticam e criticam e criticam -  enquanto o Brasil vai se desenvolvendo. Agora eles se chamarão de Demos, pois os Cratas sairam
.
Por isso a mídia esteve este tempo todo apoiando ações que pudessem impedir este registro legal(do PSD).

Não deu certo e agora surge uma terceira força no país, maior que o próprio PSDB no Congresso Nacional, com abertura para negociar com o governo as suas reivindicações, sem ficar criticando e criticando, enquanto muito poderia ser feito.

É um novo partido conservador no país sim, mas traz a marca da discordância com a forma de se fazer oposição de direita, e tem abertura para dialogar, o que é importante.

Com isto não vai restando outra saída para a direita senão tornar-se rapidamente ambientalista, e apoiar Marina, a bonitinha.

É o que Fernando Henrique Cardoso está armando, pois iniciou-se um namoro que possa se contrapor ao casamento do governo com o povo brasileiro.

Aécio, que baixa hospital a toda hora, e não faz o teste de dosagem alcóolica, vai sendo vagarosamente descartado. Nem jogador de futebol permanece no time titular depois de tantas contusões.

E Dilma cresce nas pesquisas.

O Brasil atravessa a crise defendendo os interesses nacionais e com um governo firme em seus propósitos.