quarta-feira, 21 de setembro de 2011

São Paulo X Corinthians, duelo que esquenta o Brasileirão

O confronto entre o tricolor do Morumbi, o mais querido, versus o Corínthians, o Timão está no centro das discussões, piadas, e conversas em geral que circulam pela Cidade de São Paulo. Não vou contar nenhuma, porque as considero de muito baixo nível. Prefiro manter a reflexão num patamar respeitoso

Formou-se um ódio nos corações corintianos, desde que o tricolor estabeleceu uma cota mínima para os adversários que jogassem no Morumbi, que persiste até hoje.

O Presidente do Corinthians adquiriu um ódio eterno ao tricolor e passou este ódio a toda torcida, pois ele mesmo veio de torcida organizada. Ele aceita tudo, menos perder para o São Paulo.

Já o tricolor está de bem com a torcida, e encara o confronto com mais naturalidade, mas com desejo de vitória.

A torcida corintiana já demitiu o técnico Tite, embora o treinador esteja fazendo um bom trabalho no timão; mas onde tem fanatismo, falta de racionalidade, e bom senso. Assim, os dias do Tite como técnico do Corinthians estão contados, e são poucos. Tite precisa ganhar de qualquer jeito do tricolor, para não cair

Se o coringão perder, o Tite será demitido, mas não depois do jogo, pois o ódio corintiano é tão grande que não querem vincular a demissão com o jogo, entre ambas as agremiações.

O coitado do Adriano, que atrasou-se  pela primeira vez ao tratamento, coincidentemente em meio a este frenesi corintiano, que não deveria existir, afinal eles chamam o tricolor de bambi, acabou sendo multado no seu salário e ameaçado de demissão pelo próprio presidente Sanches.

Para se ver como as coisas estão para o lado da Fazendinha.

O que vale, na verdade, é no campo, e agora chegou a hora de se ver quem é melhor. Em minha opinião os dois times se equivalem, com ligeira vantagem ao tricolor, o que torna a partida uma incógnita.

O Vasco assiste de camarote, junto com o Fogão, o Mengo, o Verdão, o Inter, e até o Peixe.

Se o Corinthians se acha o tal, o rei da cocada preta, então mostre hoje, e faça por merecer o retorno à liderança.

Minha sensibilidade diz que nervozismo não combina com vitória.

É mais provável o coringão meter a botina hoje, para satisfazer a sede de sangue da torcida, e deixar o futebol de lado.

Já o tricolor quer a vitória para passar o Vasco.

Vamos ver se o Jason acordou.