sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Nota de rodapé da Mídia evita destacar favorecimento de benesses recebidas pelo Ministro Gilmar Mendes.

Estes Ministros do Supremo são uma piada.

Máfia safada, cheia de puxa-sacos  e troca-troca de favores, com aqueles bocas de sapos, coaxando nos brejos brasileiros.

A estes parasitas da justiça brasileira se deveria fazer a verdadeira justiça, colocando o Ministro, citado pelo advogado Piovesan, atrás das grades.

A matéria saiu em uma nota de rodapé da Folha de São Paulo de 16/09/2011, depois de manchete de primeira página, em que o Skywalker, telescópio, descobriu um planeta entre dois sóis.

Se em nosso planeta, com apenas um sol, já se esconde assim o figurão, o que estes reis da justiça não farão neste planeta com dois sóis.

Extraído de jornais de outros Estados


O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve o arquivamento do pedido de impeachment contra o ministro Gilmar Mendes, feito pelo advogado Alberto Piovesan.

Assunto foi decidido nesta quinta-feira e foi unânime a decisão pelo arquivamento.


Piovesan disse que Mendes recebeu “benesses” de um advogado e colocou em xeque a isenção do ministro do Supremo (viagens ao exterior, e emprego para a esposa).

A decisão de arquivar o impeachment foi tomada pela mesa do Senado e foi contestada no STF pelo advogado.

Relator do processo no STF, ministro Lewandowski negou o recurso de Piovesan em decisão individual.

O recorrente, porém, apelou ao Plenário da Corte.

O advogado Alberto Piovesan afirmou ao G1 que vai analisar a decisão do plenário do STF para verificar se cabe outra medida.


O processo começou a ser analisado no Plenário no dia 18 de agosto, mas após um voto rápido do relator, foi interrompido por um pedido de vistas do ministro

Marco Aurélio Mello. Nesta quinta, com Gilmar Mendes ausente do Plenário, ficou decidido unanimemente que não é possível reverter a posição do Senado, encerrando, assim, o pedido de impeachment.

De acordo com a Constituição, cabe ao Senado Federal processar e julgar ministros do Supremo em casos de crimes de responsabilidade.

“Ao receber fisicamente a denúncia objeto do processo de impeachment a Mesa do Senado pode examinar desde logo os fatos narrados a fim de impedir o processamento de denúncias evidentemente inidôneas”, afirmou o ministro Marco Aurélio Mello.

O Advogado Sergio Bermudes hospedava o Ministro GilmarFerreira Mendes quando este vem ao Rio de Janeiro, e que já hospedou-o em outras localidades, além de fornecer-lhe automóvel Mercedes Benz com motorista. A citada reportagem informou também que o Ministro Gilmar Ferreira Mendes recebeu de presente do mesmo advogado Sérgio Bermudes, uma viagem a Buenos Aires, Argentina, quando deixou a Presidência do Supremo Tribunal Federal no ano passado (2010). E que o presente foi extensivo à mulher do Ministro, acompanhando-os o advogado nessa viagem.
Fora o fato de sua esposa trabalhar para o respectivo adovgado